Bronzeamento artificial, quais tipos existem?

A estação do sol chegou, e um dos pré-requisitos para estar na moda nesta época do ano é ter a pele bronzeada. Ficar com a pele dourada é o desejo de muitas mulheres, uma das maneiras de alcançar este objetivo é se expôr aos raios do sol, o bronzeamento nada mais é do que a resposta da pele aos raios ultravioleta do sol. Eles estimulam a produção de melanina, substância responsável por dar cor à pele.

bronzeamento
bronzeamento

Mas, para aquelas que não tem tempo, disponibilidade ou paciência de ficar ao sol, uma opção é o bronzeamento artificial. Alguns tipos deste são: as camas de bronzeamento, uma sessão dura de 15 a 30 min e a pessoa fica exposta aos raios UVA e UVB. Existem as pílulas de bronzeamento, que são comprimidos à base de aminoácidos que estimula a produção de melanina na pele quando a pessoa fica exposta ao sol. E os auto bronzeadores que são cosméticos que reagem com as proteínas da pele modificando o tom poucas horas após a aplicação.

cama-de-bronzeamento
cama-de-bronzeamento

A cama de bronzeamento é o tipo que mais oferece risco a saúde, pois apesar de a sessão durar poucos minutos é como se tivesse ficado ao sol por horas, o que acelera o envelhecimento precoce das células e à longo prazo pode provocar diversos tipos de câncer. Sendo assim, procure um dermatologista ou clínica especializada e certifique-se do que será melhor para a sua pele. Não vale a pena ficar da “cor do pecado” hoje e adoecer amanhã, vá com calma e priorize sua saúde à beleza exterior.

One thought on “Bronzeamento artificial, quais tipos existem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *